Qual foi a primeira história em quadrinhos do mundo

Como o público que gosta de história em quadrinhos se interessa por saber vários detalhes sobre a história das HQ’s, criamos esse conteúdo para sanar um pouco mais das suas dúvidas sobre o assunto. E mesmo se você não é tão fanático por história em quadrinhos, mas quer saber um pouco mais, esse trabalho é para você também.

Às vezes uma coisa possui relação intensa com outra coisa. Como assim? O criador das histórias em quadrinhos poderia ser o dono da primeira história em quadrinhos, certo?

Mais ou menos! Houve outra história em quadrinho publicado antes, mas não no formato com balãozinho de diálogo. Então muitos não consideram e outros sim. Em qual grupo você está? Você também acha que para ser uma história em quadrinhos precisa ter as características clássicas de uma HQ?

Acompanhe agora e conheça as primeiras histórias em quadrinhos e tire sua própria conclusão sobre esse conteúdo.

AS PRIMEIRAS HQ’S DO MUNDO

  • 1869 – As aventuras de Nhô Quim, criada por Angelo Agostini, autor italiano, porém radicado no Brasil, trazia uma novidade, era uma história de personagem fixo e que narrava a vida de um caipira na cidade. Pela data pode-se perceber que essa história em quadrinhos veio antes de “Yellow Kid” – considera a primeira HQ do mundo – mas não continha os balãozinhos de fala, por isso, a próxima HQ é considera a primeira do mundo, por ter as características que conhecemos hoje.

  • 1895 – Yellow kid, feita pelo americano Richard Outcault, que significa “O menino Amarelo” foi considera a primeira HQ moderna do mesmo. Mesmo que Angelo Agostini e outros pioneiros criaram embriões de HQs, como já havia sido dito acima. Na verdade, esse era o nome do principal personagem da tira At the Circus in Hogan’s Alley, que saía uma vez por semana no jornal New York World.

  • 1929 – Tarzan, após um tempo bem longo destacando-se apenas os autores acima, surge Hal Foster e Burne Hogarth com essa HQ que hoje em dia é clássico. As histórias foram tão bem aceitas que hoje em dia não há alguém que ainda não ouviu falar, mesmo tendo sido escrita em 1929. Isso só é possível devido o grande sucesso, que ganhou e vem ganhando várias releituras e é exibido nos dias atuais ainda.

  • 1930 – Mickey Mouse, criada pela Walt Disney e não há ser vivo que nunca tenha visto ou ouvido falar na sua versão animada, inclusive, essa HQ fez sua estreia num desenho animado de 1928. No entanto, só dois anos depois que ele virou tira de jornal. Com o sucesso inicial, o ratinho logo ganharia uma revista mensal, a Mickey Mouse Magazine e virou também o símbolo nacional da Walt Disney.

  • 1934 – Flash Gordon, feita por Alex Raymond teve como objetivo a produção de um personagem para disputar com outro herói espacial: O Buck Rogers. Entretanto, Alex Raymond impressionou com seu grande talento. As pessoas gostaram tanto que dentro de algum tempo, a HQ de Raymond superou a do rival em questão de popularidade.

Além desses, houve outros quadrinhos que seguiram a ordem cronológica que também tiveram sucesso e são conhecidas até hoje por muitos, como:

  • THE SPIRIT (1940) de Will Eisner;
  • MAD (1952) de Harvey Kurtzmann;
  • BIDU (1959) de Maurício de Sousa;
  • O CAVALEIRO DAS TREVAS (1985) de Frank Miller;
  • MAUS (1986) de Art Spiegelman.

Mas sabe-se que essas histórias não se divulgavam sozinhas, havia revistas que circulavam esse material, além dos jornais. Por isso é importante citar algo relacionado à primeira revista de história em quadrinho do mundo.

A PRIMEIRA REVISTA DE HISTÓRIAS EM QUADRINHOS DO MUNDO

A Comic Cuts foi a primeira revista com histórias desenhadas. Criada em 1890 por Alfred Harmsworth, que se tornou mais tarde Lord Northcliffe, um magnata da imprensa. Essa revista teve uma importância gigantesca na vida dos artistas da época que não tinham muita visibilidade.

MAS AFINAL, QUAL A PRIMERA HQ DE FATO?

Então como podemos analisar há duas versões apresentadas aqui para a primeira história em quadrinho do mundo, varia de acordo com o que acreditamos. Os critérios para análise são:

As aventuras de Nhô Quim

  • Ordem cronológica, ou seja, a ordem que foram pulicadas, no caso seria a de 1869 – As aventuras de Nhô Quim, criada pelo italiano Angelo Agostini;
  • Ou por plenitude, ou seja, a que mais se adequada com as características modernas do que conhecemos por história em quadrinhos, que seria a de 1895 – Yellow kid, feita pelo americano Richard Outcault, que significa “O menino Amarelo”.

Contudo, não há algo definido como absoluto, vai depender de você analisar os fatos e as ideias apresentadas, e com isso escolher aquela que melhor representa sua ideia de história em quadrinhos.

Ajudamos você a tirar suas dúvidas em relação ao assunto? Então que tal ver outras publicações nossas ou voltar outra hora para ver mais conteúdos como esse. Sua visita será muito importante para nós.

Referência: https://pt.wikipedia.org/